Por onde começar

Posted by Érika on May 11, 2010 in A gente aprende |

Todo mundo acha o máximo ver o próprio nome na primeira página de um livro, nos créditos de um seriado famoso ou na tela da tevê, em destaque, ao fazer a tradução simultânea de um discurso do Obama. Só que ninguém para e imagina o tempo de estudo, a preparação, a dedicação necessária para chegar lá com boa qualificação. – Renato Motta.

A citação acima poderia ter sido retirada de um livro ou de um periódico, mas não foi. Sabe onde busquei? Adivinha. No Orkut. É, no Orkut.

A maioria das pessoas acha que o Orkut é uma bobagem, um lugar onde os usuários desperdiçam horas a mexericar a vida alheia, postar fotos, criar comunidades esdrúxulas e afins. Tá, confesso, também pensei assim um dia. Até que percebi que sabia muito pouco sobre tradução/interpretação. Mas onde eu poderia achar os colegas? Eles se encontram? Estão lá, dentro das editoras? Como faço para saber um pouco mais? Tive então a brilhante ideia de buscar algo na tal rede de relacionamentos. Como diz minha mãe, quem procura, acha. Achei isso aqui.

A 50302 (como os membros a chamam) é riquíssima! Quanto ao conteúdo, só as FAQs já trazem temas essenciais para iniciantes (e veteranos). Além disso, é muito provável que a sua dúvida já tenha sido discutida por lá, mesmo ela não sendo tradutória: falamos de tudo! Gatos, cinema, livros e, principalmente, COMIDA. Além disso, é uma enorme vitrine. De lá podem sair grandes contatos profissionais e até mesmo colegas e amigos. Acredite: alguns dos meus amigos atuais vieram do Orkut (é meio difícil explicar isso às vezes).

Portanto, se você é ou pretende ser tradutor ou intérprete (ou se interessa pelo assunto) e ainda não faz parte da Tradutores/intérpretes BR, se apresse. Tem tanta coisa para ler… Aliás, o que me levou a escrever esse post foi o tópico que vi essa semana, sobre abraçar a nova profissão, adquirir experiência, remuneração e afins. Só não esqueça das regras da boa educação. É uma casa nova com moradores já antigos. Por isso, vale lembrar: não chegue abrindo a geladeira. Entre de fininho, conheça as regras da casa e então aproveite.

Passa lá e me diz o que acha. 😉

3 Comments

Thays
May 12, 2010 at 10:50 am

Nossa segunda casinha. Não vou ficar de saudosismos bobos já que um monte de gente legal não pisa mais lá. Mas não fosse a 50302, acredito que a tradução teria continuado um bico pra mim. Numa profissão como a nossa, se profissionalizar é uma questão de mudança atitude. Coisa que um diploma sozinho não pode dar pra ng.

Que bom que você anda att o blog! 🙂


 
Érika
May 12, 2010 at 10:53 am

Obrigada, Thays! Apesar da grande debandada, é legal ver que ainda surgem discussões interessantes e ricas, né?

Quanto à atualização, tô tentando… Às vezes sumo um tempo, mas vira e mexe tenho novas ideias…


 
Bruno Musolino
May 26, 2010 at 10:25 pm

HA! Me identifiquei nessa! rsrs
Beijão guria, to me divertindo aqui lendo seus textos. A senhorita escreve muito bem.

😉


 

Reply

Copyright © 2019 Érika Lessa All rights reserved. Theme by Laptop Geek.