0

Luke, I’m your father.

Posted by Érika on May 26, 2014 in Novidades
119440214_3GG

Edição especial da Darkside

Não são só os amantes de Guerra nas Estrelas que conhecem esta famosa frase de Darth Vader. Ela se tornou muito comum no mundo virtual e, principalmente, nas redes sociais. O filme tem uma legião de fãs em todo o mundo. A paixão é tamanha que já tem até religião fundamentada em alguns dos princípios criados para a trama de George Lucas. Fundamentalismos à parte, devo dizer que o universo geek, de um modo geral, me fascina e Star Wars foi quem abriu as portas para essa paixão. Não chego a me considerar uma profunda conhecedora, mas gosto de transitar pelos universos paralelos (e muitas vezes complementares) da ficção científica, dos super-heróis, das viagens no tempo e espaço. É uma forma lúdica de aumentar o interesse pelas ciências (química, física, astronomia, física quântica) e fomentar os grandes debates humanísticos (da sociologia, psicologia, filosofia etc.). Hoje é uma segunda-feira feliz (parem de implicar com as segundas. Elas podem ser muito legais :P) para os Jedis tupiniquins. Para mim é um dia especialmente feliz por uma série de razões. O primeiro deles é o lançamento da edição especial da trilogia de Guerra nas Estrelas, pela Darkside Books. Aliás, a editora por si só já é  motivo de alegria (sim, começou me cativando pelo nome), afinal ela se dedica ao mágico, suspense, terror e à fantasia.

You underestimate the power of the dark side.

You underestimate the power of the dark side.

O segundo é que ele marca a minha entrada no mundo da tradução literária. Apesar de não ser minha primeira incursão no mercado editorial, O Retorno de Jedi é a primeira publicação em que vejo meu nome ali, impresso bonitinho (bonitinho nada, tô achando liiiindo!) do ladinho do querido e renomado tradutor, autor e amigo Petê Rissatti. A oportunidade de trabalhar com ele foi ímpar. Aprendi muito e só me resta agradecer toda a generosidade desse amigo. E, como ainda me falta muito a aprender, espero que possamos ter ainda mais parcerias profissionais. Trabalhar rindo e com gente competente não tem preço.

Resumindo: novidade geek no mercado, minha primeira publicação, em uma história para nerd nenhum botar defeito, em parceria com um amigo dos melhores. Essa é uma segunda-feira feliz. Uma segunda de primeira. Devia se chamar “primeira-feira”. Taí. Batizá-la-ei de “Minha Primeira-feira”. 😀 *Acho que meu Lado Negro é meio Ursinhos Carinhosos. Ou Falcão. É fofa e/ou brega. Desculpa, gente. :) ** A segunda imagem foi tirada do site da Darkside. Fiz um print porque achei melhor marcar em vermelho. Vai que passa batido? :)

Tags: , , ,

 
0

Congressando…

Posted by Érika on Jun 28, 2013 in Novidades, Vi por aí...

Depois de uma temporada (e que temporada!) de congressos e conferências, eu voltei. Foi um período e tanto! Revi e abracei amigos, conheci novas pessoas, aprendi um monte.

Minha ideia era gravar coisas interessantes que marcaram as diversas conferências e postar a cada dia no Tradcast, mas a gente viaja e fica muito difícil aproveitar o evento com qualidade e trabalhar ao mesmo tempo. Achei mais justo curtir o que pudesse e depois fazer um apanhado geral do que vi. :)

O primeiro da lista foi o Congresso da Abrates, no fim de maio. O programa foi bem rico, com várias opções de palestras concomitantes (despertando aquela vontade de estar em dois locais ao mesmo tempo…) e algumas inovações interessantes. Acho que memorável é o adjetivo perfeito para defini-lo.

Depois disso, meu destino foi Reston, pertinho de Washington, para o Interpret America Summit. É um evento exclusivamente sobre interpretação. Foi bem interessante em alguns aspectos, mas acho que cheguei com muita expectativa (além de ter acabado de vir de um evento maravis, né?). De qualquer forma, foi meu primeiro congresso profissional no exterior e há pontos altos a serem destacados, como a palestra de abertura com Michael Hyatt. Aliás, acho que consegui boas anotações dela, podendo dar um relato mais completinho. :)

Encerrando a maratona, fui a Toronto prestigiar o Critical Link. Taí uma conferência que me surpreendeu positivamente. Decidi ir porque uma amiga ia e tcharam! Curti muito. Embora aborde principalmente a interpretação comunitária, as palestras e discussões foram muito ricas, levantando questões e me fazendo pensar em outras possibilidades.

É, tem bastante coisa.  Volto em breve, falando de cada uma mais detalhadamente. Até lá!

Tags: , , , , , , ,

 
0

Ele chegou!

Posted by Érika on Mar 12, 2013 in Novidades

photo

Consecutiva é um tipo de interpretação muito difícil, ao contrário do que se possa imaginar, pois “basta repetir o que foi dito”. Mas a coisa não é bem assim. Quando se tem treinamento adequado, a cabine acaba virando nosso bunker: ficamos protegidos, cercados por nossos blocos, post-its, computadores com glossários, dicionários e todo o universo da internet a nosso dispor. Podemos até tirar nossos sapatos — se quisermos, pois, na verdade, ninguém faz isso 😀

Trabalhar com consecutiva nos tira tudo isso. Ficamos perto do palestrante, quase sempre sem mesa, ou púlpito, com nosso bloco e caneta em mãos, encarando o público, quase sempre enfadado, afinal tem que ouvir duas vezes o mesmo discurso, entendendo ou não ambos os idiomas. Ah, sim, isso sem falar na máxima atenção prestada e no total de memória empregada. Não. Não posso dizer que é uma sensação delicinha do tipo “opa, mal posso esperar”.

Apesar de já ter ouvido falar na “consecutânea”¹, e até mesmo conhecer gente que já trabalhou com ela, arrisco dizer que a forma mais segura de trabalhar ainda é tomando as boas e velhas notas.

Anotar adequadamente sem desviar a atenção para o que se escreve em vez do que se ouve é questão de treino: um treino que preciso fazer.

Fui lá, decidida, comprei o “Note-taking for Consecutive Interpreting”, de Andrew Gillies. Demorou um cadinho para chegar, mas hoje está em minhas mãos. Só falta ler e pôr em prática o danado. :)

Depois digo o que achei 😉

Tags: , , , , ,

 
0

Tradcast voltou!

Posted by Érika on Mar 4, 2013 in Novidades

É com prazer que anuncio a volta do Tradcast. O post novo saiu há uma semana.

Nesse episódio, conversamos com Daniel Estill, que falou amplamente sobre todo seu envolvimento com a obra, parte do processo tradutório e como nosso trabalho influencia nas relações familiares.

Quer saber mais? Clica aqui!

Esse ano (como em todos os outros), estamos dispostos a manter o podcast atuante, com postagens mais frequentes. Teremos algumas novidades também. Não deixe de comentar, sugerir, criticar em www.tradcast.com.br. “Sua opinião é muito importante!” 😀

Tags: , ,

 
1

Proz Conference

Posted by Érika on Jul 9, 2012 in Novidades

Quais são os seus planos para setembro? Nada ainda? Então saiba que esse ano tem Conferência do Proz!
Nos dias 21, 22 e 23 de setembro deste ano. A inscrição antecipada (até dia 31/07) para quem não é membro pagante custa R$380,00. Sei que é um pouco salgada, mas sempre reclamamos de que não são tantos eventos de tradução assim, então vale conferir. Ah, sim, vai ser no Rio de Janeiro, em Botafogo, na Casa de Espanha.
Ficou interessado? Quer saber quem são os palestrantes?
Há mais detalhes aqui:
http://www.proz.com/conference/323

Essa é uma boa oportunidade de rever amigos, saber o que há de novo no mercado, conhecer novos colegas e establecer contatos importantes. 😉

Tags: , , , ,

 
0

Consegui escrever!

Posted by Érika on May 28, 2012 in Novidades

Saiu, gente! Meu primeiro post no Janela Tradutória finalmente tomou forma! Resolvi escrever sobre algo que sempre quis falar aqui, mas nunca tinha achado o jeito certo. Clique aqui e comente, sugira, conte se deu certo. Espero que gostem. :)

 
0

Posted by Érika on May 14, 2012 in Novidades

Voltei.

Muitas coisas se passaram. Até casei. :)

Mas agora estou participando de mais um projeto. O blog “Janela Tradutória”. Anos atrás, alguns tradutores amigos começaram um bate-papo coletivo, via Skype. Papo vai, papo vem… Receita vai, receita vem. Termo vai, termo vem… Ixi!

Poderia ficar horas aqui descrevendo tudo o que passa por aquela janela. Porém, em vez de ficar falando, faz mais sentido você ver com seus próprios olhos, não é mesmo? Clique aqui, veja por si mesmo e depois me conte o que achou.

 

O grupo é bem eclético, em diversos sentidos. Há tradutores técnicos, literários, intérpretes, do norte (ha!), sul, sudeste, das mais diversas áreas de atuação. Ou seja, o visual da Janela tende a ser bem abrangente.

 

E, aí, me vi em alguns dilemas:

  1. Mais um projeto. Meu site pessoal quase às moscas. Tradcast parado. Vou inventar mais um projeto? Será que dou conta?
  2. Será que vou ter algo de relevante a dizer? Alguém vai se interessar pelo que resolvi falar? Ok, esse é um dilema velho, mas vale mencionar.
  3. E se eu só falar mais do mesmo? Se acabar caindo sempre naquele mesmo assunto, que todo mundo fala, blá, blázzzZZZzzz…

 

Antes de topa, pensei no assunto — mentira, aceitei de cara e depois que me dei conta desses pequenos dramas — e encontrei algumas respostas:

  1. Quem sabe não acaba me incentivando a botar os outros projetos pra funcionar também? O grupo do Janelão é grande, bastante gente com assunto a contribuir, por isso não terei a pressão de ter que ser “mega inteligente” uma vez por semana :D. Fora que o bate-papo é maneiro, posso até contar com ajuda deles para fazer meu post (sim, já fizeram isso). Fofos! Nhooooin!! <3
  2.  Vou ter que passar a anotar com mais frequência as ideias que tenho quando estou atolada de trabalho (sim, minhas ideias são trolls). Não posso garantir que isso vá tornar meus artigos interessantes, mas pelos menos vou falar o que eu considero relevante. Já é um começo.
  3. Nesse caso, vou precisar me policiar. Afinal, quer coisa mais chata do que gente monotemática? Acaba que vira até aposto…

 

É por isso que dizem que o caos nos faz crescer. No primeiro momento você se desestabiliza, sofre, não sabe se vai conseguir. Depois, se desafia, encara o bicho, e ele vai ficando até bonitinho, praticamente domesticado.

Agora, com licença, vou matar o leão do dia.

Tags: , , ,

 
0

Vem 2011

Posted by Érika on Jan 10, 2011 in Novidades

Começamos mais um ano. Estou feliz. O ano já começou com trabalho. Normalmente essa época é bem tranquila e só começa a aquecer depois do carnaval (e a gente fazendo malabarismos com as contas). Portanto, é um bom sinal. :)

Como resolução de ano novo, eu prometo estar mais presente por aqui. A gente se encontra por aqui? Vou esperar. 😉

Que todos tenham um 2011 maravilhoso, de muito aprendizado, trabalho e bons clientes.

Tags:

 
1

Poética do Traduzir

Posted by Érika on Jun 21, 2010 in Novidades, Vi por aí...

Adoro quando surgem novidades no campo tradutório. Daí vim correndo compartilhar a novidade! \o/

No dia 22/06/2010 será lançado o livro “Poética do Traduzir”, de Hénri Meschonnic, com tradução de Jerusa Pires Ferreira e Sueli Fenerich.Poética do Traduzir Fiquei sabendo pela lista “Tradnorte” e o comunicado veio acompanhado do seguinte texto:

O lançamento será acompanhado de debate com Álvaro Faleiros (USP), Jerusa Pires Ferreira (USP & PUC-SP) e Alain Mouzat (USP).

3a feira, 22 de junho, 18h30 – 21h30, Livraria da Vila, R Fradrique Coutinho 915, Vila Madalena. Tel: 3814 5811

Polêmico e rigoroso em suas críticas, Henri Meschonnic revisa a história da tradução na Europa, continente em que traduzir significou o apagamento das diferenças. Perpassa crítica e criação literária, psicanálise, linguística e filosofia num trabalho de conjunto, não para discutir o que a linguagem *diz*, mas o que ela *faz*. Em *Poética do Traduzir*, que a editora Perspectiva traz em sua coleção Estudos, ele analisa o ato de traduzir e seus resultados; visa o ritmo como força irredutível à métrica formalizadora, porque vem do corpo, da voz, do gesto, de toda organização do movimento no discurso. Na leitura da *Bíblia*, o ritmo sabota dicotomias de pensamento como verso e prosa, sentido e forma etc. Meschonnic protagoniza a descoberta de uma política e de uma ética em que a tradução desempenha papel transformador do pensamento e da linguagem. Pesam as diferenças linguísticas, culturais e históricas: traduzir entrevê energias secretas que, por vezes, pode-se nomear alteridade.

*Henri Meschonnic*, teórico da linguagem, da literatura, da tradução, com uma visão rigorosa e inovadora nesses campos de estudo, professor de linguística e literatura em Paris viii, foi um dos fundadores do Centro Experimental de Vincennes e promoveu uma linha de trabalhos desenvolvida como “Disciplinas do Sentido” na Escola Doutoral. Dentre suas maiores contribuições no domínio da tradução, salienta-se a sua versão do *Antigo Testamento*, que, em seu labor de mestre, converte-se não apenas em um terreno de experimentação, como em uma rica seara de descoberta poética.”

Estou bastante curiosa e já adicionei o livro à minha lista de desejos.

Tags: , , , ,

 
0

Tradcast

Posted by Érika on Jun 17, 2010 in Novidades

É com prazer que venho anunciar o lançamento do meu mais novo filho: o Tradcast – o primeiro podcast brasileiro de tradução.

A ideia original é da Cláudia Mello, que acabou convidando a mim e ao Marcelo Neves para entrar nessa barca. Topei na hora. Isso foi em 2009. O tempo passou, a gente tentou, gravou até um “episódio inicial”. Mas o projeto tão querido não engrenava. Foi para a gaveta. Por quê? Dúvidas, incertezas, ansiedade… Sabíamos(emos) que o nosso público seria(é) altamente crítico, exigente e que, apesar da necessidade existente de se falar sobre tradução, não podíamos “chover no molhado”. Trazendo para o popular: ninguém iria bater palmas para maluco dançar.

Nesse processo, fomos apurando o perfeccionismo, pensando, pensando, pensando… e não agimos.

Agora, porém, é diferente. Já lançamos, quebramos o gelo. Esse post, aliás, é para anunciar o segundo episódio \o/. Espero que nos prestigiem. Ouçam, comentem, enviem sugestões. O começo é complicado, estamos aprendendo. Eu estou bem empolgada. Tomara que vocês também fiquem.

Tags: , ,

Copyright © 2017 Érika Lessa All rights reserved. Theme by Laptop Geek.